BNA alerta que plataformas de investimentos digitais são ilegais no país

O Banco Nacional de Angola (BNA) informou que nenhuma das plataformas de investimento digitais que estão a “assediar” os angolanos está licenciada para operar em solo angolano, pelo que são ilegais.

Segundo o Banco Central angolano, consultado pelo Jornal Expansão,  confirma que essas plataformas de investimentos digitais atuam sem autorização e supervisão do Banco Nacional de Angola (BNA) ou da Comissão de Mercado de Capitais, dois dos três supervisores do sistema financeiro nacional.

Nenhumas das plataformas digitais referenciadas tem autorização do BNA para funcionar, ou seja estão ilegais, sujeitas a um processo de contravenção grave. Todas as instituições financeiras licenciadas para operar em Angola estão numa lista no site da nossa instituição”, esclarece o BNA.

Para a instituição bancária nacional, o facto de estarem sediadas fora do País impossibilita um combate efectivo a estas fraudes e onde o único método é avisar os cidadãos e esperar que estes não se deixem enganar.

O que procuramos fazer é que quando temos conhecimento destas situações, fazemos um comunicado a alertar as pessoas e as instituições, procuramos saber onde estão sediados e denunciamos às autoridades competentes”, acrescenta a fonte do BNA consultado pelo semanário angolano.

De informar que o fenómeno das plataformas de investimento digitais no nosso País começou em 2016 mas nos últimos meses é quase impossível entrar numa rede social e não receber um convite de familiares, amigos ou até mesmo de colegas de escola ou de serviço para investir numa plataforma destas.

Atuam como esquema de pirâmide (sistema Ponzi), apelam à aplicação de fundos e captam as poupanças de empresas e particulares com promessas de juros elevados. Surgem com a lição bem estudada e com propostas praticamente irresistíveis. As mesmas afirmam trabalhar com as quatro principais redes sociais do mundo como o Facebook, WhatsApp, Youtube e Instagram, isso para que o negócio pareça mais sério à vista dos investidores.

Fonte: Menos Fios

Siga a nossa pagina no Facebook e fique atualizado sobre as vagas de emprego clicando aqui AngoVagas.

Sugestão...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo